Você acredita em conto de fadas?

Durante uma das piores crises mundiais pandêmicas da história, em um dos momentos de maior incerteza dos últimos anos, onde pessoas e governantes preferiram se trancar em suas casas à sair nas ruas, temos um crescimento de 62,5%!

As vendas de imóveis novos em Curitiba seguem aquecidas. Segundo pesquisa da ADEMI-PR juntamente com a BRAIN, no 1° semestre desse ano de 2021, tivemos um crescimento de 62,5% nas vendas de imóveis novos em relação ao mesmo período de 2020, sendo comercializados nesse período 3.235 apartamentos novos, quase 540 por mês.

A pesquisa mostra também que o volume de lançamento imobiliário cresceu nada mais nada menos que 52,6% de Janeiro a Julho comparado ao mesmo período de 2020. O que chama atenção é a diminuição de lançamentos de imóveis econômicos (programa Casa Verde e Amarela) e o aumento de lançamentos enquadrados na categoria LUXO (acima de R$1.000.000,00), que já correspondem à 10% de todo a oferta de lançamentos na capital do Paraná. Então, porquê comprar um imóvel hoje, seria um bom negócio!?

  • Mercado em movimento de alta
  • Investimento seguro em tempos de “turbulência”
  • Número de lançamentos crescente, alinhado totalmente com a procura
  • Maior número de pessoas buscando melhorar sua qualidade de vida e aumentar seu espaço de convivência
  • Construtoras buscando capitalização para novos lançamentos
  • Menor volatilidade e maior segurança se comparado ao mercado de renda variável
  • Valorização do bem

Aliado a tudo isso, o estoque de imóveis novos em Curitiba segue estável, tendo a quantidade de imóveis disponíveis para venda recuado 6,4% nos últimos 12 meses (tendo Junho de 2021 como referência), e apenas 13% de todo esse estoque corresponde a imóveis prontos, deixando claro que, a maioria das vendas feitas hoje, estão sendo finalizadas antes mesmo da entrega dos referidos imóveis, o mercado para imóveis na planta está extremamente aquecido!

Outro ponto para ficarmos de olho é que os preços devem ainda se valorizar, a inflação na construção civil não foi completamente repassada ao consumidor e o alto custo da matéria prima deve desacelerar o apetite das empresas em construir, tudo isso, aliado ao alto índice de compra do consumidor, deverá ocasionar uma valorização ainda maior nos valores de m² na capital. “Se ninguém lançasse mais nada em Curitiba, o estoque da cidade inteira seria consumido em menos de um ano”, ressalta Guilherme Braga Werner, consultor de pesquisa de mercado da Ademi-PR.

Nos últimos 12 meses o valor do preço médio do m² se valorizou 7%, chegando à R$8.891,00 na capital paranaense, podendo o valor do mesmo chegar à R$15.000,00 o m², dependendo do padrão, região e tamanho do imóvel.

“Para quem quer trocar de imóvel ou sair do aluguel, esse é o momento. Se esperar, certamente vai pagar mais caro ou terá que rever suas prioridades” opina o presidente da Ademir-PR, Leonardo Pissetti.

Se no início da pandemia alguém lhe contasse ou sugerisse sobre tudo isso, se lhe afirmassem que o mercado imobiliário local e nacional teriam forte crescimento durante o período de maior recessão mundial, que os imóveis sofreriam forte valorização e a corrida para comprá-los seria gigantesca, fazendo com que as construtoras dentro do período de maior inflação na construção civil voltassem a lançar produto atrás de produto no mercado, e que, esse setor juntamente com o Agronegócio impulsionaria o PIB do país para números melhores que os esperados, você acreditaria!?

Parece ou não parece um conto de fadas!?

Quer saber mais sobre o assunto?

Deseja fazer um excelente investimento com retorno financeiro ou simplesmente melhorar seu padrão de moradia!?

Chame-nos em qualquer um dos nossos canais, estamos prontos para atendê-lo(a)!

? (41) 9665-1721
[email protected]

2 comentários em “Você acredita em conto de fadas?

  1. Vi muita gente realmente mudando de casa nesse período. Perto da minha casa muitas construções novas também. Negócio realmente está bem aquecido!

    1. Realmente, o mercado segue bem aquecido, muitas construtoras ainda comprando terrenos e aprovando novos projetos, os próximos anos tendem a continuar com excelentes números de vendas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *